Alimento para Mianmar

QUE PODEMOS FAZER

A recente crise política que atravessa Mianmar, além de criar um clima de insegurança cada vez maior, está agravando as condições de pobreza de toda a população.

Em um país onde mais de 1.620.000 pessoas (3 em cada 10 pessoas) já viviam abaixo da linha da pobreza, hoje milhões de famílias lutam para atender às necessidades básicas.

Os bancos estão fechados, a internet está bloqueada, as pessoas não podem sair de casa e o resultado é que muitas famílias têm despensas completamente vazias.

A desnutrição avança facilmente: mais de 40.000 crianças já estão sem tratamento para desnutrição aguda grave.

FAÇA UMA DOAÇÃO

Queremos estar próximos da população das regiões onde atuamos, ajudando as famílias mais em dificuldades no atendimento de suas necessidades básicas.

Com sua ajuda para a campanha “Alimentos para Mianmar”, podemos comprar alimentos para famílias em estado de emergência. Nossa equipe entrará em contato diretamente com as famílias da cidade e das aldeias para fornecer as necessidades básicas que poderemos comprar (arroz, feijão, óleo, ovos, leite em pó, remédios) conforme a necessidade.

AJUDE-NOS PARA AJUDAR OS OUTROS: DIVULGUE A CAMPANHA

Nos últimos meses, passamos a enfrentar uma nova emergência: a falta de alimentos. De fato, a população de Mianmar tem sofrido muito os efeitos da COVID-19 e, mais recentemente, um grave Golpe de Estado. A escassez de trabalho e de uma renda digna tem levado muitas famílias a não terem o que comer ou, quando conseguem, a fazerem uma única refeição diária sempre à base de arroz e peixe seco. Sentindo e sofrendo de perto esta situação, decidimos promover ações que permitam pelo menos amenizar o drama cotidiano destes nossos irmãos e irmãs.

padre José Estevão Magro

natural de Espera Feliz-MG, missionário do PIME em Mianmar