2º Encontro JUMP

Nos últimos dias 13 e 14 de Junho, quase quarenta jovens se reuniram para o II Encontro da Juventude Missionária do PIME – JUMP – que aconteceu no Centro de Animação Missionária de Ibiporã (Paraná).

No evento foram discutidos os fundamentos teológicos da missão, e fora apresentada a Porta Verde. Além disso, foi aberta uma janela sobre a África, para que os participantes pudessem conhecer mais sobre sua cultura, música, culinária, e muito mais!

Ilaria De Regis, uma jovem italiana que está fazendo uma experiência de três meses no Brasil, esteve presente no nosso segundo encontro. Ela já participou de outro caminho do PIME na Itália chamado “Giovani e Missione”, e nos relata agora como foi sua experiência com o JUMP:

MISSÃO PARA TODOS

“Há algo que pode juntar os jovens de cada país: a necessidade de experiências fortes de vida, a fome de conhecer o mundo, o desejo de anunciar e aprender como se anuncia. E depois há algo que os divide: a cultura específica, os idiomas, a riqueza que cada um carrega consigo. A beleza do meu encontro com o JUMP surgiu do conjunto de tudo isso:  proximidade e unicidade.

Quando me foi dito que pela primeira vez no Brasil estava se tentando preparar um grupo de jovens para viver uma experiência missionária, fiquei logo curiosa. Eu tive a sorte de receber um presente parecido na Itália: uma equipe do PIME me preparou para ficar um mês na Tailândia. Uma estadia breve, suficiente para ver “algo”; mas como aquela “experiência” marcou a mim e aos meus companheiros de viagem.

A ideia de que o mesmo dom pudesse ser doado a outros jovens, pareceu uma linda manifestação da universalidade da missão: um chamado oferecido a todos e que pode dizer algo a todos. Chegando em Ibiporã (lugar onde o JUMP é realizado), a curiosidade se tornou surpresa, afeto e admiração.

Com muitas diferenças, pensei no começo: a metodologia é diferente daquela italiana. Na Itália segue-se um caminho muito “espiritual”, enquanto o JUMP aqui no Brasil tem como intuito de juntar formação com a animação, incentivando os jovens a um crescimento cultural e a assumir uma responsabilidade muito concreta para a missão. A diferença está também nos ritmos e nas propostas: para mim, italiana no Brasil, é tão linda e explosiva o estilo de vida que leva um de encontro ao outro. Ao mesmo tempo, houve algo que me lembrou de casa: uma alegria profunda de estar juntos.

O JUMP, recém-nascido, já conta com a participação de 37 pessoas: jovens motivados, alguns deles tiveram de encarar viagens longas e cansativas para participarem. São jovens dispostos a encarar sacrifícios para realizarem algo que, para muitos, ainda tem cara de um sonho impossível.

Tudo isso tem a minha admiração. Nas danças e risadas deles, encontrei a mesma ternura de quem se reúne em nome de alguém grande: se enxerga no “estar juntos” deles algo delicioso.

JUMP acabou de começar, ainda é um laboratório, um caminho em desenvolvimento, mas esses jovens já mostraram algo, só pela forma como me acolheram. A capacidade de acolher e de valorizar, de ir além das barreiras linguísticas, a confiança e disponibilidade, a seriedade e o comprometimento, são dons que os acompanharão nessa caminhada.

Aos missionários do PIME, aos Xaverianos, e jovens do JUMP a minha gratidão. E para todos, um bom caminho pela vida.”

Ilaria De Regis


Este ano o JUMP ainda realizará mais dois eventos. As inscrições para o JUMP 2015 já foram encerradas. Mas quem desejar pode sentir-se livre de manifestar interesse na inscrição para JUMP 2016: basta entrar em contato por e-mail com contato@pimeanimacao.com.br.

2 Comentários

  • Padre Francisco Arcanjo 21 de junho de 2015 14:55

    Parabéns aos missionários do PIME por esse belíssimo trabalho de evangelização. Aos jovens, coragem! Que Deus os abençoe e fortaleça nessa linda e tão necessária missão.

  • João Paulo Lopes Franco 26 de junho de 2015 11:03

    Parabéns
    Jovens o presente e o futuro da igreja.

Adicionar comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos requeridos são marcados com *